Posts Tagged ‘bolsa familia’

Falta à escola cancela mais de 1.100 benefícios do Bolsa Família na Bahia

do Tribuna da Bahia

A ausência dos filhos na escola gerou o cancelamento de 1.121 benefícios do programa Bolsa Família na Bahia, no mês de julho. De acordo com informações da Secretaria estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), do total, 710 são famílias que possuem crianças e adolescentes dos 6 aos 15 anos. Os outros 411 são referentes a jovens de 16 e 17 anos.

Read the rest of this entry »

Mais de 10 milhões vivem com R$ 39 por mês no País

do iG

 

Uma população estimada em 10,5 milhões de brasileiros – equivalente ao Estado do Paraná – vive em domicílios com renda familiar de até R$ 39 mensais por pessoa. São os mais miseráveis entre 16,267 milhões de miseráveis – quase a população do Chile – contabilizados pelo governo federal na elaboração do programa Brasil sem Miséria. Lançado em 2 de junho como principal vitrine política do governo Dilma Rousseff, o programa visa à erradicação da miséria ao longo de quatro anos.

 

Foto: Agência Estado Ampliar

Mulher beneficiada pelo Bolsa-Família faz recadastramento em São Paulo (24/07/2009)

 

Read the rest of this entry »

JOVENS ADIAM ENTRADA NO MERCADO DE TRABALHO

Folha de São Paulo

 

Em oito anos, proporção de jovens entre 15 e 17 anos ocupados ou em busca de emprego caiu 27% nas regiões metropolitanas de Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre. Os adolescentes têm estudado mais e trabalhado menos, segundo pesquisa realizada pelo IBGE. Nem mesmo o aumento de salários e vagas em 2010, com a economia crescendo 7,5%, bastou para atraí-los para o mercado. A faixa etária correspondeu a 18,9% da População Economicamente Ativa (PEA) do ano passado, a menor taxa média já apurada nas regiões. Em 2003, no primeiro levantamento, eram 26%. Outra pesquisa do IBGE mostra que o porcentual de jovens que estudam e não trabalham subiu de 39%, em 1992, para 65%, em 2009. Segundo especialistas, a principal causa da mudança é a valorização da educação no ambiente profissional e a expansão da renda nos últimos anos, que permite aos pais sustentarem os filhos por mais tempo. Políticas públicas como o Bolsa Família, que exige que os beneficiários estudem, e a progressão continuada, que evita a repetência escolar, também contribuem. “As famílias fazem mais esforço para manter a meninada nas escolas porque entendem que vale a pena estudar mais”, diz o economista Jorge Arbache. Para o coordenador do Centro de Políticas Públicas do Instituto de Ensino e Pesquisa, Naercio Menezes, a falta de mão-de-obra qualificada também influencia no quadro. “Vale mais a pena estudar do que adquirir experiência profissional desde cedo”, afirma. Segundo levantamento feito em abril, o número de pessoas ocupadas acima de 50 anos subiu 56,1% de 2003 ao primeiro trimestre de 2011.

Frequência escolar é descumprida por 600 mil no Bolsa Família

do iG

Fazer com que o filho seja um estudante assíduo é uma das condições fundamentais para que as 12 milhões de famílias participantes do Programa Bolsa Família recebam o auxílio financeiro do Ministério do Desenvolvimento Social. Mas, nos últimos dois meses letivos, 605.388 crianças e adolescentes não cumpriram as metas de frequência escolar estabelecidas pelo programa: presença em 85% das aulas para alunos de 6 a 15 anos e em 75% para estudantes de 16 e 17 anos.

Apesar de representar pouco diante de todos os beneficiados – que ultrapassam os 17 milhões em todo o País –, as faltas desses 3,45% dos participantes são motivo para preocupação dos ministérios que cuidam do Bolsa Família. “O programa é muito grande e o número percentual de descumprimento, pequeno. Mas há muitos alunos com problemas para continuar na escola e merecem um olhar mais próximo”, afirma Cláudia Baddini, diretora de condicionalidades do Programa Bolsa Família.

Read the rest of this entry »

BOLSA FAMÍLIA SERÁ REAJUSTADO EM BREVE

Bahia Notícias

Durante a transmissão de cargo no Ministério do Desenvolvimento Social, realizada neste domingo (3), a nova ministra, Tereza Campello, disse que não há “solução mágica” para erradicar a extrema pobreza no país e anunciou para breve o reajuste dos benefícios do Bolsa Família. “O reajuste sai logo, estamos terminando os estudos”, afirmou. A cerimônia de transição no Ministério foi um das mais concorridas. Em seu discurso, Campello agradeceu o apoio dos amigos e da família, especialmente o do marido, Paulo Ferreira, e da filha Luiza, 5 anos, que não saiu do seu lado.

PROTESTO NO PALÁCIO DO PLANALTO NO 1° DIA

Folha de São Paulo

No primeiro dia útil de trabalho, a presidente Dilma Rousseff era esperada por dois manifestantes, que protestavam no Palácio do Planalto contra a saúde no país e contra um suposto “roubo” no programa Bolsa Família. O policial militar reformado por invalidez Wagner Onofre, 44, chegou ao Palácio do Planalto com um caderno com uma série de críticas à saúde, mais especificamente no Estado do Amazonas. Ele foi impedido de se aproximar da recepção do Planalto por quatro seguranças, e começou a gritar que queria entregar o caderno pessoalmente para Dilma. Após se recusar a protocolar o documento, Onofre foi convencido por um representante do gabinete de Dilma, que desceu ao térreo para conversar com ele. O rapaz diz ter ficado seis anos na fila de espera por um transplante de fígado e que teve de fazer a operação no Rio Grande do Sul.

Equipe de Dilma prepara reajuste do Bolsa-Família acima da inflação

Estadão

A equipe de transição da presidente eleita, Dilma Rousseff, avalia a concessão de um reajuste acima da inflação para os benefícios do Bolsa-Família. De acordo com análise feita no governo, a reposição de pouco mais de 9% da inflação acumulada pelo INPC desde o último reajuste não seria suficiente para começar a tirar do papel a promessa de erradicar a pobreza extrema no País, feita durante a campanha ao Planalto.

Read the rest of this entry »

Bolsa Família deverá ter critério fixo para reajustes anuais

do iG

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que o governo da presidente eleita Dilma Rousseff deverá definir um critério fixo para correção do Bolsa Família, assim como existe para o salário mínimo e a aposentadoria. Bernardo esteve hoje pela manhã no programa “Bom dia, ministro”, da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC).

Read the rest of this entry »

Bolsa Família será reajustado, diz a presidente eleita Dilma Rousseff

Agência Brasil

A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta segunda-feira (1), em entrevista à TV Brasil, que pretende reajustar o valor do Bolsa Família – programa de distribuição de renda lançado no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela disse que ainda não decidiu se o reajuste do benefício fará com que o governo faça uma revisão do Orçamento da União aprovado para o próximo ano.

Read the rest of this entry »

Governo cancela 23,5 mil benefícios do Bolsa-Família

do A Tarde

O governo federal anunciou hoje o cancelamento em janeiro de 23,5 mil benefícios do Bolsa-Família por falta de frequência mínima à escola dos estudantes que participam do programa. Pelo mesmo requisito, 94.640 benefícios foram suspensos por 60 dias e 100 mil foram bloqueados. Outras 189.202 famílias foram advertidas sobre a baixa frequência de seus filhos à aula, mas continuam a receber o benefício. Os dados se referem ao monitoramento da presença escolar de outubro a novembro de 2009. Os benefícios a serem pagos entre 18 e 29 de janeiro somam R$ 1,1 bilhão, distribuídos entre 12,4 milhões de famílias.

Read the rest of this entry »

Páginas: 1 2 3 Próximos
Rádio KD!

Kadê TV


Assista a última edição do BA-TV/Por Rubenildo Metal


Editorias